domingo, 11 de abril de 2010

Aprender a ser Feliz

"Uma vida feliz - ou mais feliz - raramente é conformada por algum acontecimento extraordinario que a mude. Pelo contrario, é constituida de forma progressiva, experiência a experiência, momento a momento.

... deveremos em primeiro lugar aceitar que "a vida é isto" - que a vida é o dia-a-dia, o banal, os pormenores do mosaico.

Temos uma vida feliz quando retiramos prazer e significado da companhia dos nossos entes queridos, ou da aprendizagem de algo novo, ou do empenho que dedicamos a um projecto...

Quanto mais preenchermos os nossos dias com estas experiências, mais felizes seremos.

E é só isto."

in " Aprenda a ser Feliz" de Tal Ben-Shahar, Ph. D.

3 comentários:

ameixa seca disse...

Temos mais é que ser felizes :)

Fenix disse...

Se queres compreender a palavra 'felicidade', indispensável se torna entendê-la como recompensa e não como fim.
(Saint-Exupéry)

Miguel disse...

A felicidade, ou a infelicidade, nasce da maneira como lidas com a diferença entre os teus sonhos e a tua realidade: se lidas mal com essa diferença, és infeliz; se aceitas essa diferença como uma coisa natural, és feliz.

Ser feliz não é uma coisa momentanea mas um estado de alma, digamos, que se prolonga num determinado espaço temporal.

Nada a ver com estar contente, por exemplo, que são estados momentaneos...

Penso eu de que!